• 13 de maio de 2011
pt_br

Relato do Encontro com André-Marc Huwyler, Luthier

Luthier, artista, músico, violonista, artesão, como apresentar André Marc Huwyler ? Em 11 de maio de 2011 no Instituto Feminino da Bahia, foi essa a pergunta que nós fizemos após escutar o testemunho dele. André Marc vem três vezes ao ano, da Suiça, para trabalhar no ateliê de lutheria do Neojibá, e para formar alguns jovens nesta profissão apaixonante. Através da sua presença e do seu entusiasmo, enquanto ele nos falava do seu trabalho, percebemos que ele não só transmite uma técnica mas uma experiência, fruto de todos estes anos de estudo, de trabalho, de investigação. Isso se confirmou com o depoimento de seu aprendiz Davi: " Moro num bairro um pouco violento, e trabalhar com esses instrumentos tão frágeis, tão especiais fez que eu me tornasse mais sensível... Fica um pouco difícil de explicar mas é como se eu me tornasse mais humano.” A noite foi aberta com um Aria de Bach interpretado por Cristine Desprez (voluntário de Pontos Coração) e Caroline Mousset, permanente na Associação, e terminou também em música com um trecho das quatro estações de Vivaldi seguida da tradicional Asa Branca.


O Luthier André-Marc Davis, Caroline, Carlos e André-Marc Guido, violoncelista com os luhiers David e André-Marc no Instituto Feminino O buffet... Roberta tradutora do luthier André-Marc, suiço Falando do vernis do violino
Voltar para o início