• 20 de janeiro de 2017
pt_br

Carta aos padrinhos de irmã Myriam - janeiro de 2017

“Os pastores deixaram-se surpreender, comover, maravilhar pela gloria de Deus que se manifesta na simplicidade do presépio... O que eles reconheceram nesse acontecimento da Encarnação, é o amor, a predileção de Deus por eles, que se manifesta aí, e eles receberam com uma grande simplicidade; esta é a atitude filial por excelência. Eles nos introduzem na gratidão da Encarnação e da vida divina e nos fazem descobrir que a gratuidade é a essência do cristianismo”.

Padre Jacques Bagnoud

Caros amigos e familiares,

Como os pastores que se deixaram surpreender, comover e maravilhar pela gloria de Deus, e, com o coração cheio de gratidão por mais um ano em Peru, gostaria de lhes compartilhar alguns acontecimentos.

25 anos do Ponto Coração da Ensenada

Foi esse mesmo acontecimento inicial em que os pastores reconheceram o amor, e nos introduziram na gratuidade, o que puderam reconhecer nossos amigos aqui em Peru com a presença dos jovens de quatro cantos do mundo que durante 25 anos se sucederam na nossa casa: Pontos Coração da Ensenada. Quantos amigos entraram nela para se confiar a esses jovens, para rezar na pequena capela! Não se re-atualiza assim esse mistério de Belém nesse humilde bairro? Nesta pequena casa pode-se experimentar a gratuidade do amor de Deus, a Sua predileção, tudo através desses jovens, que por nenhum mérito nem ganância material deram um ou dois anos da vida deles!

Em outubro, para este aniversario, decidimos organizar um jantar com todos os nossos amigos que nos ajudam na missão. Muitos responderam com entusiasmo, porque eles também queriam entrar nessa ação de graça e poder recolher os frutos dessa presença gratuita ao lado dos mas pequenos da Ensenada. Eles experimentaram nessa noite um clima de família, de amizade. Realizamos também um pequeno vídeo, mesmo si fomos conscientes que não poderíamos mostrar totalmente e profundamente a realidade que tantos jovens viveram durante seu tempo de missão. Durante o jantar apresentamos as atuais voluntárias e finalizamos com uma linda interpretação do “Caminho ao carnaval” de Lucho Querquezana. Todos partiram muito agradecidos pelo vivido nessa noite, pela beleza do lugar, a maneira como tudo foi preparado, a gratidão que nossos amigos do bairro transmitiram através do pequeno vídeo. O Amor é mesmo a fonte da nossa amizade.

Para ver o vídeo em espanhol:

Primeiras comunhões em Guayabo

“O homem não pode viver sem amor. Ele permanece para ele mesmo incompreensível, a vida dele fica sem sentido se não se encontra com o amor, se não participa dele vivamente”.

Santo João Paulo II

Foi para esse encontro com o Amor verdadeiro, que eu preparei durante 2 anos 13 crianças para receber a Jesus pela primeira vez. Com esses anos de catequese, o que realmente ficou como conceito, definições da doutrina da fé, não lhes poderia dizer, porque muitas vezes estavam distraídos! Mais o que realmente fizeram próprio foi o amor. O amor que pouco a pouco foi crescendo entre eles e para comigo, para o lugar (nossa casa), e principalmente para com Cristo, que receberam no dia 08 de dezembro com muito respeito e alegria. E mesmo depois do dia da primeira comunhão continuaram vindo a missa.

JPEG - 35.9 KB

O domingo seguinte da primeira comunhão duas das crianças fizeram novamente a experiência da misericórdia de Deus, através do sacramento da confissão de maneira muito intensa. Eu estou segura que será uma experiência do Amor de Deus que vai marcar toda a sua vida.

Uma das crianças me diz no final do nosso encontro: “Irmã vamos ter saudade de você!"Eu estou certa que o que eles experimentaram, o encontro com Cristo que tomou a nossa condição humana, lhes permitiu encontrar o amor, lhes permitiu encontrar a Aquele que dá sentido a tudo o que vivemos, especialmente a amizade entre nós.

JPEG - 64.3 KB

Joaquim , Nicolas e Dario no dia da primeira comunhão

Aniversario de matrimonio dos meus pais

Também em setembro deste ano de 2016, eu estive no Brasil (não foi possível vos ver porque o tempo foi muito curto), para participar de um acontecimento familiar: os 60 anos do matrimonio dos meus pais. Para todos nós a celebração foi um testemunho de fidelidade e de amor. Como os Reyes Magos que seguiram a estrela, o que fez eles começarem um caminho sem deixar-se paralisar pelas dificuldades encontradas; 60 anos dia após dia avançaram juntos, sem olhar para eles mesmos, os seus estados de ânimo, se estavam cansados, se as crianças não deixaram dormir, com doze filhos, etc. Eles encontraram a força colocando a mirada em um Outro: Cristo, em Quem a sua família foi fundada! Porque O Filho Deus nasceu nessa gruta de Belém como homem, esse amor é possível.

Já é Natal, já vai ser, já vai ser...

Na semana antes do Natal passamos de casa em casa pedindo “pousada” para que nasça o Deus menino, recolhendo as preces das famílias em Guayabo e apresentando-as ao Senhor. E a última “pousada” foi na nossa casa, no dia 24 pela tarde, viram muitos dos nossos amigos dos três lugares que visitamos, Guayabo, um povoado vizinho, e Retamal (invasão um pouco mas retirada). Cantamos cânticos de Natal, rezamos na nossa capela e compartilhamos panetone e refrigerante. E nesse momento, uma menina de 5 anos me diz: “Irmã essa noite já é Natal, já vai ser, já vai ser....” Mais ela dizia isso com uma tal felicidade, com os olhos que arregalados de alegria, que para mim foi uma imagem viva do rosto dos pastores diante da Criança!

JPEG - 76.1 KB

As crianças em oração na capela diante do presépio o 24 de dezembro

A todos pequenos e grandes tentamos de orientar os seus olhares, as suas consciências, até esse mistério de Cristo feito homem que vem nos devolver a nossa dignidade, a dignidade de ser filhos de Deus. E os nossos amigos tem essa graça da simplicidade! Na noite de Natal, convidamos nossa amiga F. (que tem apenas 42 anos) e seu filho de 18 anos, para compartilhar a ceia conosco. Antes participamos da missa na Igreja do povoado, com muitos habitantes de Guayabo e várias das crianças que fizeram a primeira comunhão no dia 08.

Para nossa amiga participar da missa foi um grande esforço porque ela está em cadeira de rodas e a nossa Igreja tem vários degraus, (como a igreja do Bonfim), e não tem rampa de acesso. Faz 3 anos que ela tem lúpus e a saúde dela é realmente sobre um fio. Ela está totalmente dependente do seu filho que com muita coragem cuida dela e faz faculdade, eles vivem sozinhos! Faz já um ano que cada sexta-feira eu levo a comunhão, o corpo de Cristo, para ela. O estado físico de F. não tem mudado muito, mas sua força e o desejo de viver se tem intensificado. Para mim foi muito forte ouvi-la dizer durante a ceia: “Bendito seja Deus que estou aqui, um ano mais de vida, compartilhando com vocês. O ano retrasado eu passei Natal no hospital, é muito triste no hospital, mas graças a Deus hoje estou aqui”.

A nossa querida F. fez-me contemplar o fato que no mistério do nascimento já está presente a Cruz. Muito frequentemente na nossa própria vida contemplamos o conjunto do mistério de Cristo, mas sabemos por meio da fé que a Redenção por meio da cruz, deu definitivamente ao homem a dignidade e o sentido da sua existência, sentido que perdemos por causa do nosso pecado, Cristo venceu a morte e o pecado.

JPEG - 47 KB

José e Maria em “pousada” na nossa casa o dia 24 de dezembro

A Igreja fazendo-nos reviver cada ano a celebração do nascimento do Deus menino, nos devolve esta simplicidade de Belém, esses olhos dos pastores que contemplam a grandeza, a maravilha de Deus nessa gruta. O amor que se comunica... Que da mesma maneira possamos contemplar nas nossas vidas as maravilhas de Deus e na nossa vida cotidiana, deixar-nos surpreender, comover, pela gloria de Deus.

Desejo-lhes que o ano 2017 seja cheio de manifestações do Amor de Deus para cada um. Um abraço forte!

Ir. Míriam Ursulino da Conceição

Obrigada por todo seu apoio, quem deseja seguir apoiando a minha missão no Peru, pode fazer dom nessa conta:

Associação Pontos Coração

CNPJ 63189922001/09

Banto Itaú- Agencia 1497

C/C 24594-2

Apadrinha um voluntário

Email: contato@pontoscoracao.org

Ir. Míriam Email: myursulino@gmail.com ou myriamursulino@yahoo.fr

Apartado Postal 4607

Lima 100 Peru

Tel: 0051 1 7655660 / 0051 1 999020084


Voltar para o início